Crescina: o que é e os meus resultados ao fim de 4 meses

crescina

# Artigo escrito em parceria com a marca Crescina. Disclaimer: embora este artigo seja uma parceria, ele contém apenas as minhas opiniões sinceras sobre este tema. Todas as parcerias são pensadas por forma a serem informativas e úteis, e acima de tudo, com marcas e produtos com os quais eu me identifico. Antes de mais eu tenho de dizer que a parceria feita com a marca Crescina só aconteceu depois de eu referir à marca que se não obtivesse resultados eu não aceitaria falar sobre a mesma. Há muito tempo que Crescina é uma curiosidade para mim. Esta é uma marca muito particular que oferece, na área do cabelo, uma resposta que não tem concorrência. Ou seja, Crescina não é um produto para a queda do cabelo (embora algumas apresentações também tenham essa finalidade), mas foca-se na prevenção e tratamento do enfraquecimento do cabelo dependente de causas fisiológicas (não patológicas) e quando a quantidade e qualidade do cabelo diminuem gradualmente. Hoje vou explicar o que é a Crescina e qual a minha experiência.

O que é Crescina?

Como o próprio nome indica, Crescina é uma solução para estimular o crescimento de novos fios de cabelo, agindo sobre os bulbos capilares que ainda estão ativos ou parcialmente inativos, mas não completamente atrofiados (ou seja, que não podem “fabricar” mais fios de cabelo). Por isso, claro que Crescina não irá resultar nas situações em que os bulbos estão atrofiados. Determinadas doenças de cabelo podem implicar que os bulbos não têm mais a capacidade de “fabricar” novos fios de cabelo, o que acontece em várias doenças, como em alguns estadios da alopécia fibrosante frontal, de que já falei aqui.

Mas Crescina irá atuar em situações como por exemplo na alopécia androgenética e na perda de densidade capilar, onde ainda existam bulbos ativos ou parcialmente inativos.

No caso da alopécia androgenética não se destina a substituir o tratamento medicamentoso oral. É muito importante perceber que o tratamento medicamentoso é fundamental para quem sofre com uma alopécia androgenética. Crescina na alopécia androgenética é uma solução on top, ou seja, que pode trazer mais resultados aos já obtidos com o tratamento medicamentoso prescrito pelo dermatologista ou um produto tópico para utilizar em vez do minoxidil (para quem já faz minoxidil tópico não o deve interromper sem aconselhamento médico, sob pena de perder cabelo, mas para quem não tolera e não utiliza mesmo o minoxidil tópico pode ser uma alternativa).

Acho muito importante esclarecer que a marca não se posiciona como uma alternativa ao tratamento medicamentoso oral da alopécia androgenética. Quem sofre com perda de densidade e perda de cabelo pode e deve consultar o dermatologista, não só para avaliar os motivos dessa perda de densidade (podem ser inúmeros!) como para instituição de terapêutica.

crescina

Como é que Crescina atua?

Estamos perante uma solução protegida por várias patentes, com resultados publicados em várias revistas internacionais, que demonstram a sua eficácia clínica. Em breve irei debruçar-me mais sobre este assunto. Mas é muito importante frisar que ter um produto que demonstra eficácia CLÍNICA é fundamental para a marca poder referir que efetivamente tem uma ação no crescimento de novos fios de cabelo. Uma marca que não demonstre eficácia clínica pode “dizer o que quiser”, mas sem demonstração de eficácia, pode enganar o consumidor. É muito importante referir a questão da eficácia clinicamente demonstrada e das situações em que se deve usar este produto (e em que situações não usar: quando os bulbos estão atrofiados – na dúvida um dermatologista pode esclarecer com o exame de tricoscopia, uma câmara de aumento).

O que contém Crescina?

A fórmula de Crescina combina dois aminoácidos presentes no cabelo: cisteína e lisina, com uma glicoproteína e um ingrediente vasodilatador inserido num veículo hidroalcoólico. Vários testes de eficácia mostram a capacidade de esta associação estimular o crescimento de novos fios, agindo sobre os bulbos ativos ou parcialmente inativos, permitindo que os ingredientes penetrem nas diferentes camadas da pele e couro cabeludo. As patentes dizem respeito não só à fórmula, como à tecnologia transdérmica.

Crescina NÃO É um produto para a queda de cabelo (embora algumas apresentações também se destinem à queda + crescimento de novos fios), é um produto para o enfraquecimento do cabelo, o que são coisas distintas, para casos onde o enfraquecimento do cabelo se deve a causas fisiológicas e não a patologias e não atua em bulbos completamente atrofiados (que já não “fabricam” novos fios de cabelo).

A fórmula contém:

  • Complexo de re-crescimento: cisteína, lisina e glicoproteína
  • Complexo HFSC (stem-engine)
  • O novo complexo de re-crescimento: metionina, glicina, cobre tripéptido-1
  • 3 vasodilatadores (pentileno glicol, decilenoglicol, caprililglicol)
crescina
Como é que a marca Crescina recomenda usar o produto?

A marca refere que deve ser feito um tratamento de pelo menos dois meses até 4 meses (ou sempre, sem paragens). Cada frasco-ampola de 3,5 ml deve ser aplicado diariamente durante 5 dias seguidos, com uma pausa de dois dias. Uma caixa de Crescina traz 20 frascos, o que dá para um mês de tratamento. A marca refere que o tratamento pode ser repetido mais do que uma vez por ano.

Que apresentações existem?

Em breve irei focar com mais detalhe todas as apresentações. Para já parece-me importante esclarecer que Crescina tem:

  • Soluções para homem e para mulher
  • Soluções para vários graus de perda de densidade capilar
  • E também soluções para quem sofre com perda de densidade + queda de cabelo em simultâneo

De uma forma genérica, o que é importante saber ao comprar Crescina é:

  1. O consumidor é homem ou mulher? (a embalagem irá indicar Woman ou Man)
  2. Qual o grau de perda de densidade? (a embalagem irá indicar 200, 500 ou 1.300 – explico a seguir)
  3. As queixas são de falta de densidade ou de falta de densidade + queda? (a embalagem irá indicar Crescina HFSC, para perda de densidade ou Crescina HFSC Complete Treatment, para perda de densidade + queda)

E aí escolhemos a apresentação mais indicada para nós, de um total de 12 apresentações, que combinam estas 3 variantes (sexo, grau de perda de densidade, queixas de densidade vs queixas de densidade + queda).

Quais as diferentes concentrações de Crescina?

Existem três concentrações:

  1. Concentração a 200 para estados iniciais (cabelos moderadamente enfraquecidos em homens ou mulheres)
  2. Concentração a 500 para estados médios (cabelos enfraquecidos de forma avançada em homens ou mulheres)
  3. Concentração a 1300 para estados avançados (calvície incipiente em homens ou mulheres) – uma vez mais refiro: Crescina não atua em bulbos completamente atrofiados

Indico abaixo as escalas para escolha da concentração (200 / 500 / 1.300) mais indicada para cada caso.

crescina woman

Crescina Man

Qual a diferença entre Crescina HFSC e Crescina HFSC Complete Treatment?

Esta é a diferença:

  • Crescina HFSC destina-se a casos de perda de densidade. Neste caso as 5 ampolas por semana são para a perda de densidade (depois basta escolher Woman ou Man e a concentração – 200, 500 ou 1.300) – as embalagens de Crescina HFSC só têm 1 tipo de ampola (com líquido amarelo) e conseguimos ver as ampolas através da embalagem.
  • Crescina HFSC Complete Treatment destina-se a casos de perda de densidade + queda de cabelo. Neste caso as 5 ampolas por semana são divididas desta forma: 2 para perda de densidade e 3 para queda do cabelo, de forma intercalada (depois basta escolher Woman ou Man e a concentração – 200, 500 ou 1.300) – as embalagens de Crescina HFSC Complete Treatment têm 2 tipos de ampolas (com líquido amarelo e líquido transparente) e não conseguimos ver as ampolas através da embalagem.

crescina

crescina

crescinaO meu caso em particular e a minha experiência com Crescina

No meu caso em particular, tenho uma alopécia androgenética tratada e estabilizada com vários medicamentos de que já falei aqui. Atenção! O tratamento medicamentoso deve ser prescrito pelo dermatologista. O tratamento medicamentoso não tem a mesma eficácia em duas pessoas diferentes e por isso não se podem comparar resultados! O tratamento medicamentoso não pode ser feito sem consultar um médico, devido aos possíveis efeitos secundários associados e porque pode não estar indicado em determinados quadros clínicos.

É também sabido que já fiz 2 microtransplantes capilares de que já falei aqui e aqui, mas que incidiram apenas na zona frontal da cabeça, que não respondia mais ao tratamento medicamentoso. Não usei Crescina no período imediato pós transplante. Só quando já podia usar produtos tópicos como o minoxidil é que iniciei também o tratamento com Crescina.

A minha experiência foi com a apresentação Crescina HFSC Woman 1.300, uma vez que não tinha queda de cabelo. Apesar de não ter o “grau” equivalente para a apresentação 1.300 muito honestamente senti que para experimentar era para “ir com tudo”, daí ter optado pela 1.300. No entanto para mim a apresentação 200 ou mesmo a 500 já seriam as indicadas.

Como fiz o tratamento com Crescina?

Iniciei o tratamento com Crescina no fim de Janeiro. No fim de Março, com 2 meses completos, eu ainda não via diferença no cabelo. Continuei então para uma terceira embalagem e nessa altura comecei a sentir mais densidade no couro cabeludo, menos “falhas”. O risco de cabelo mais “composto”. Novos fios que consegui perfeitamente apanhar em fotografia (e fora da zona do microtransplante) e feedback positivo da minha cabeleireira (ela também tem alopécia androgenética e por isso é sensível ao tema). Iniciei então a quarta embalagem e estou a finalizar os 4 meses de tratamento. Na maior parte do tempo fiz sempre os 5 dias seguidos com os 2 de intervalo (intervalo sempre ao fim de semana para não me baralhar). A consistência no tratamento é FUNDAMENTAL para aferir resultados. Mas houve uma ou duas semanas em que por vários motivos acabei por não fazer o tratamento certinho. De facto, é muito importante estar-se comprometida com o tratamento e fazê-lo da forma indicada pela marca.

Neste momento é bastante visível a quantidade de cabelo novo que tenho (vê-se nas fotos). Nunca abandonei o tratamento medicamentoso nem o minoxidil tópico. Aliás, falei com a marca sobre o assunto e referiram-me isso mesmo: para quem já faz minoxidil é mesmo para manter. Mas como conciliar minoxidil tópico e Crescina? Neste caso, uma vez que o minoxidil tópico já é vasodiltador, usei Crescina de seguida, esperando sensivelmente 1 hora entre a aplicação de ambos. O produto não deixa mais resíduo no cabelo que o resíduo já sentido com minoxidil. No entanto, como se sabe, eu lavo o cabelo todos os dias. Aplico o minoxidil à noite. Deixo passar cerca de 1 hora e depois Crescina. Atenção: o produto (sempre uma ampola completa) deve ser colocado com a cabeça inclinada para trás, para não escorrer para o rosto. O que notei, é que ao lavar o cabelo, também devo ter o cuidado de lavar com a cabeça inclinada para trás, pois a seguir à lavagem, no início por várias vezes notei que após a lavagem do cabelo (e se a água escorresse para a frente) ficava com algumas zonas do rosto avermelhadas (isto deve-se ao efeito vasodilatador que é bastante impressionante!). Esse efeito avermelhado, no entanto, passa ao fim de poucos minutos (no meu caso). Mas lavando a cabeça para trás já não me acontece isso.

Cheia de cabelo novo! A foto não deixa mentir. Este “efeito” no cabelo é algo de novo para mim, efetivamente tenho bastante cabelo novo.

crescina beautyst

Onde comprar Crescina?

A marca está disponível online, na Sweetcare, aqui.

Em resumo, a minha avaliação de Crescina

Estava bastante cética quando iniciei o tratamento com Crescina, confesso! Achava que não ia ver resultados. Com a utilização e por perceber a sensação de algum “calor” no momento da aplicação percebi que o efeito vasodilatador era bastante notório. Ao fim de 2 meses não via ainda resultados, mas ao fim de 3 meses notei o cabelo mais preenchido, o risco mais composto e novos fios de cabelo no topo da cabeça (não comparei a zona da frente, pois foi onde fiz o microtransplante). As alterações foram graduais. Também não comparei as zonas fronto temporais uma vez que estas zonas reagem de forma bastante dramática à queda sazonal (não são boas zonas para se fazerem comparações). No global fiquei bastante agradada com o resultado final. Certamente irei voltar a fazer novos ciclos de 4 meses de tratamento pelos resultados alcançados. É um investimento mas fiquei bastante satisfeita (quem não quer ter mais cabelo?) e hoje em dia compreendo bem a utilidade da solução Crescina! Estou bastante contente por ter finalmente experimentado a marca!

Tens experiência com a marca? Qual o teu feedback?

crescina

 

Fotografia: Márcia Soares e Inês Machado

Posts relacionados

Tratamento medicamentoso e alopécia: 20 questões

Quem, como eu, tem uma alopécia androgenética, quer estar sempre em cima da última novidade em tratamento! Porque este é um tema sobre o qual recebo sempre tantas perguntas, decidi trazer um conjunto das dúvidas ...

Setembro 20, 2022

Estudos que demonstram a eficácia de Crescina

Crescina é uma solução única para a perda de densidade capilar e perda de densidade capilar associada à queda de cabelo. 4 meses depois do tratamento que fiz com Crescina comprovei imenso cabelo novo a nascer e s...

Setembro 10, 2022

Soluções Crescina e densidade capilar: das 12, qual escolher?

Este tem sido um tema que tem despertado muita curiosidade nas minhas seguidoras. A marca Crescina apresenta várias soluções para a perda de densidade capilar (com ou sem a componente de tratamento para queda de ...

Julho 7, 2022

Comenta este post

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

As seguintes regras de RGPD (Regulamento Geral Proteção de Dados) terão de ser lidas e aceites:
Este formulário armazena o teu nome, e-mail e conteúdo para que possamos acompanhar os comentários colocados no site. Para mais informações, consulta a nossa política de proteção de dados, onde obterás mais informações sobre onde, como e por que armazenamos os teus dados.

recebe as novidades beautyst

    A
    Aceito as condições gerais. Consulta a nossa política de proteção de dados. Este website está protegido pelo reCAPTCHA e a Política de Privacidade e Condições do Serviço do Google são aplicáveis.

    My beauty Wishlist

    Copyright Beautyst . 2022