Transplante capilar antes e depois e o meu 2º procedimento

transplante capilar

No passado dia 12 de Novembro estive novamente no Hospital Cuf Descobertas para o meu segundo micro transplante capilar que fiz com o dermatologista Dr. Rui Oliveira Soares. Tenho recebido imensas perguntas sobre o transplante capilar e o antes e depois, mas é importante referir que os resultados NÃO são imediatos e que são graduais (não vemos uma alteração no cabelo do dia para a noite). Por isso hoje vou explicar como decorreu este segundo micro transplante capilar e mostrar o antes e depois, deixando no entanto a nota de que faltará ainda um a dois procedimentos e que os resultados podem melhorar até 2 anos pós transplante.

Transplante capilar ou micro transplante?

Antes de falar sobre o meu procedimento em concreto deixo aqui informação importante para quem procura saber mais sobre o tema:

  • O que é transplante capilar e quais as técnicas que existem, pelo dermatologista Dr. Rui Oliveira Soares – artigo aqui
  • O que é o micro transplante capilar e porque é que está indicado no meu caso – artigo aqui
  • Como correu o meu primeiro micro transplante e quais os preços praticados para os vários tipos de transplante capilar – artigo aqui
  • Live alopécia e transplante capilar, onde são explicados todos os pormenores em direto inclusive o que é expectável num transplante capilar antes e depois e também alguma má prática clínica que existe – com o dermatologista Dr. Rui Oliveira Soares – pode ser visto aqui
  • Como ultrapassei a falta de cabelo – aqui
Ponto de situação atual com o micro transplante capilar e como sinto o antes e depois?

Com apenas 1 procedimento, ao fim de vários meses comecei a sentir que fazer o risco ao meio já seria possível (até aí impensável por ter a zona frontal com menos cabelo, apesar de fazer o tratamento medicamentoso essencial para quem tem uma alopécia androgenética). Este segundo micro transplante capilar estava agendado inicialmente para meio de 2021 (sensivelmente 6 meses depois do primeiro), mas foi reagendado para Novembro para conciliar as disponibilidades minha e do Dr. Rui Oliveira Soares.

Não é demais referir que o transplante capilar e as diferenças entre antes e depois não são possíveis nos primeiros meses! O cabelo transplantado cai e volta a nascer a partir do 5º mês. Todo o processo é lento e não acontece de um dia para o outro (soluções dessas não existem). Estava com muita vontade de fazer este segundo procedimento, pelos resultados que senti com o primeiro. Todos os “medos” foram dissipados no primeiro micro transplante pois decorreu de forma muito tranquila. Com a medicação dada e com a anestesia local (na zona de recolha e na zona recetora), o procedimento é mesmo tranquilo. Passamos o tempo a conversar. Por isso ia muito calma. De manhã tomei o pequeno almoço e o procedimento foi ao fim da manhã. Durou cerca de 1h30.

Micro transplante capilar antes e depois

Nesta imagem abaixo mostro a diferença entre o dia do primeiro micro transplante e o dia do segundo micro transplante. Não podemos esquecer que a cabeça humana tem cerca de 100.000 fios de cabelo, e que num transplante como este são transplantadas apenas umas centenas de fios. Por isso não é suposto “tapar” a cabeça de cabelos. Isso não acontece. Mas a diferença existe e no dia a dia noto sobretudo quando saio do banho e quando faço risco ao meio (e ainda só consigo mostrar os verdadeiros resultados do primeiro micro transplante).

transplante capilar antes e depois

Como decorreu este segundo micro transplante?

Ao chegar à sala do bloco cirúrgico, foi identificada a zona de recolha. Desta vez optou-se por fazer a recolha nuns pequenos círculos, uma vez que pertenço à baixa percentagem de pessoas que cicatriza com alguma dificuldade, e desta forma permite que a cicatriz fique disfarçada (em vez de se retirar uma tira de pele como fiz da primeira vez). De imediato fez-se uma anestesia local que não faz grande confusão uma vez que se usa um aparelho “distrator” que vibra junto às picadas.

transplante capilar

Apenas é rapada a zona de recolha, que após tirar os pedaços de pele com os folículos capilares é cozida – por isso não ficam zonas rapadas “à vista”. Basicamente essa zona “desaparece”. Não se sente absolutamente nada, zero dor. Apenas uma pequena pressão que acontece ao retirar os círculos de pele (tal como sucedeu da primeira vez quando foi retirada a tira de pele).

dr rui oliveira soares

transplante capilar

transplante capilar antes e depois

transplante capilar

transplante capilar

Depois da recolha, o que aconteceu?

Depois da recolha, e cozida essa zona, voltei-me para cima, tranquilamente, com a cabeça bem apoiada e sem qualquer dor, para se transplantarem então os folículos na zona frontal da cabeça. Enquanto estive a ser cozida a equipa de enfermagem retirou os folículos a utilizar dos pequenos círculos de pele.

transplante capilar antes e depois

transplante capilar

transplante

Entretanto anestesiou-se a zona recetora, da mesma forma que a anestesia da zona dadora, sem grande incómodo. Depois os folículos foram tranplantados um a um. Este processo no meu caso, uma vez que se tratam apenas de umas centenas de folículos, é rápido. Uma vez mais, passei o tempo a conversar com o Dr. Rui, tranquilamente.

transplante capilar antes e depois

transplante capilar antes e depois

transplante capilar antes e depois

Após todos os folículos transplantados, levantei-me com calma. Não se deve guiar a seguir, pelo que é essencial termos alguém que nos leve a casa.

Quais os cuidados a ter no pós transplante?

O Dr. Rui deu-me uma folha de papel com todos os cuidados a ter no pós cirúrgico, no final do procedimento.

transplante capilar

É normal:

  • Inchaço que transfigura a face sobretudo as pálpebras entre o 2º e o 7º dia (eu tive uma transfiguração ligeira e mais pequena que da primeira vez, entre o 2º e o 5º dia sensivelmente). Para isto ajuda massajar a testa de dentro para fora e estar deitado de barriga para cima.
  • Micro-crostas na área recetora (desta vez não tive comichão – da primeira vez tive um pouco, sim)
  • Dor ligeira na área dadora (também tive menos dor desta vez, mas estive sempre medicada enquanto sentia dor, seguindo a prescrição médica)

Não se deve fazer durante 2 semanas:

  • Exercício intenso, pintar ou cortar o cabelo (eu cortei ao fim de 2 semanas, e lavaram-me muito gentilmente no cabeleireiro), tocar com pente a pele da área recetora
  • Frequentar piscina ou expor-se diretamente ao sol

Cuidados com a área recetora:

  • Dormir evitando o contacto na área implantada (eu dormi sempre para um lado ou para o outro, mas ao fim de um mês já dormia como queria)
  • Quanto às lavagens: no dia da intervenção não se deve mexer / lavar. No dia seguinte deve lavar-se o cabelo antes de deitar sem fazer pressão com os dedos (usei um champô mais “detergente” por esse motivo – o Trikare C). A partir do 3º dia em diante deve fazer-se uma lavagem suave de manhã e à noite enquanto houver crostas (tive crostas pouco tempo e fui usando o champô Phytophanere com o passar dos dias uma vez que deixa-me o cabelo mais brilhante e alinhado que o Trikare C, precisando apenas de o enxaguar muito bem). Lavar o cabelo foi, quanto a mim, o maior desafio, mas não foi complicado. Lavei sempre com imenso cuidado e sem esfregar as zonas de recolha e recetora.

É essencial:

  • Manter sempre o tratamento medicamentoso para a alopécia, à exceção do minoxidil tópico que interrompi 2 semanas. Depois voltei a usar. O transplante não é substituto do tratamento medicamentoso! O tratamento medicamentoso deve ser feito sempre para a alopécia não evoluir.

O cabelo transplantado cai entre o 1º e o 3º mês e reaparece a partir do 5º mês. O resultado do transplante poderá melhorar até 2 anos após o transplante. Por isso perguntar pelo transplante capilar e um antes e depois ao fim de poucas semanas ou mesmo poucos meses não faz sentido, uma vez que os resultados demorarão mais tempo a surgir.

dr rui oliveira soares

Sinto que tenho mais cabelo na zona onde antes tinha uma “clareira”. Nesta fase, ainda muito em cima do 2º procedimento questionei o Dr. Rui Oliveira Soares sobre os resultados e referiu-me que neste momento finda a época da queda sazonal pode também juntar-se o deflúvio (queda) pós transplante. Por vezes na mulher podem cair alguns fios da própria pessoa nos meses pós transplante. Por isso nesta altura não vejo ainda uma grande diferença relativamente ao 2º microtransplante (como seria de esperar). É uma questão de uns meses e verei já melhorias. Estou muito curiosa com o decorrer deste processo e acredito que irá ser transformador na minha auto estima!

 

Fotografia: Márcia Soares

Posts relacionados

Terapia com laser/luz de baixa potência na alopécia androgenética

A alopécia androgenética pode afetar 80% dos homens e 40% das mulheres. Uma vez que o tema da terapia do laser / luz de baixa potência tem vindo a aparecer cada vez mais sobre a forma de produtos intermináveis qu...

Julho 9, 2024

Solar Protect: a nova água solar para cabelo e couro cabeludo!

A Solar Protect da Lazartigue é a nova água solar protetora do cabelo e couro cabeludo que irá fazer as delícias de quem não prescinde dos bons dias de praia e dos longos banhos de mar e piscina. Mas, o que acont...

Junho 18, 2024

Como conquistar a tão desejada “alopecian beauty”?

O cabelo com alopécia androgenética (perda de densidade capilar / calvície) enfrenta inúmeras dificuldades. Por todos estes motivos hoje partilho os meus 6 truques para lidar com a minha alopécia e como conquista...

Maio 28, 2024

4 comentários

  1. Diana diz:

    Quanto custa este tipo o micro transplante?

    1. Joana Alvares diz:

      Olá Diana! Vê pf a resposta a esta questão neste artigo: https://www.beautyst.pt/cabelo/transplante-capilar-preco-e-a-minha-experiencia Um beijinho! Joana

  2. Joana Sousa diz:

    Ansiosa por ver o resultado final! Venho aqui imensas vezes para ver. Quando vai partilhar connosco? 😊

    1. Joana Alvares diz:

      Olá Joana! Viva! Já noto imensa diferença na zona onde fiz. Antes tinha uma “clareira” e agora a zona está muito mais tapada. Ainda estou a equacionar um terceiro microtransplante pois na minha opinião os dois primeiros já produziram o resultado que eu procurava. Um grande beijinho, Joana

Comenta este post

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

As seguintes regras de RGPD (Regulamento Geral Proteção de Dados) terão de ser lidas e aceites:
Este formulário armazena o teu nome, e-mail e conteúdo para que possamos acompanhar os comentários colocados no site. Para mais informações, consulta a nossa política de proteção de dados, onde obterás mais informações sobre onde, como e por que armazenamos os teus dados.

recebe as novidades beautyst

    A

    Aceito as condições gerais. Consulta a nossa política de proteção de dados. Este website está protegido pelo reCAPTCHA e a Política de Privacidade e Condições do Serviço do Google são aplicáveis.

    My beauty Wishlist

    Copyright Beautyst . 2024