Queda de cabelo sazonal (e outras quedas) – o que fazer?

queda de cabelo sazonal

# Artigo escrito em parceria com a Phyto. Disclaimer: embora este artigo seja uma parceria, ele contém apenas as minhas opiniões sinceras sobre este tema. Todas as parcerias são pensadas por forma a serem informativas e úteis, e acima de tudo, com marcas e produtos com os quais eu me identifico. O contributo do Dr. Rui Oliveira Soares nesta tema não está relacionado com a parceria estabelecida. Muitas seguidoras minhas têm vindo a partilhar nesta altura a sua preocupação com uma maior queda de cabelo. A queda de cabelo sazonal, normal para esta altura do ano, reflete precisamente o aumento da temperatura, que leva a que por mecanismos hormonais sensíveis à temperatura seja determinada uma maior queda de cabelo. É considerada uma queda de cabelo sazonal. É um mecanismo normal e adaptativo. Mas existem diversos tipos de queda de cabelo. Hoje o Dr. Rui Oliveira Soares explica o que fazer em todas as situações de queda de cabelo e eu mostro o que as soluções Phytophanere da Phyto fizeram pelo meu cabelo.

Queda de cabelo e folículo capilar

Dr. Rui Oliveira Soares: O primeiro conceito importante é que a queda de cabelo não é a perda dos folículos. Todos nós temos uma fábrica celular onde são produzidos os nossos cabelos, e que se chama folículo capilar. O folículo capilar é um derivado epidérmico, ou seja, é derivado das células mais superficiais da pele, onde é produzido o nosso cabelo. Quando um cabelo cai o folículo continua no mesmo local e produz seguidamente outro fio de cabelo. O tempo que demora a produzir um fio (cabelo ou pelo) pode depender da zona do corpo. Se estivermos a falar do couro cabeludo é habitual o cabelo ter um ciclo de 3, 4, 5 anos, ao fim do qual cada cabelo individualmente é renovado por um novo. Não estamos por isso a perder folículos. O número de folículos é o mesmo. Ou seja, no longo prazo o número de fios de cabelo que teremos é o mesmo.

Mas, e a queda de cabelo sazonal?

Momentaneamente poderemos ter menos volume de cabelo na cabeça (menos cabelo efetivamente). Existem muitas causas que nos fazem perder cabelo. A primeira, que todos conhecemos, é a queda de cabelo sazonal. Quando chega o tempo quente o mesmo induz uma maior queda de cabelo. Por exemplo, quem tem cães, sabe que no final do verão os mesmos costumam perder pelo. Os humanos têm um fenómeno similar. Quando somos sujeitos a temperaturas altas, por mecanismos hormonais sensíveis à temperatura vamos perder cabelo. É um mecanismo normal e adaptativo.

Outros motivos que levam à queda de cabelo

A queda pode suceder também por outros motivos, para além da queda de cabelo sazonal. Pode acontecer porque estamos doentes, depois de um parto, com a paragem da pílula contracetiva, com o stress e o cansaço. Todos estes fatores podem induzir alterações no cabelo fazendo com que o mesmo caia.

É muito importante saber que existe um tempo que separa este “evento” que induz a queda de cabelo e a queda propriamente dita. Esse tempo normalmente varia entre os 3 / 4 meses. Significa isto que se temos uma preocupação grande ou se estivermos doentes não é de imediato que nos cai o cabelo, mas sim decorrido esse tempo.

phytophanere

Folículo e perda de cabelo

Analisando agora as situações em que pode haver ou não comprometimento do folículo capilar, as situações mais frequentes são:

  • A calvície comum ou alopécia androgenética (alopécia não cicatricial): os folículos vão ficando cada vez mais pequenos até que desaparecem. Uma vez perdido o folículo não é possível nascer de novo aí cabelo. Daí a importância de tratar uma alopécia androgenética logo que tenhamos a suspeita de que estamos a ficar com menos densidade capilar – a mesma trata-se com medicamentos que demonstram eficácia nesta doença.
  • Alopécias cicatriciais primárias, em que as mais conhecidas são o líquen plano pilar e a alopécia fibrosante frontal. Estas doenças fazem um fenómeno inflamatório na pele que destroem o próprio folículo. Qualquer perda irreversível de cabelo deve ser vista de imediato com o médico pela urgência no tratamento deste tipo de alopécias e para que não se perca mais cabelo.
  • Alopécia areata (alopécia não cicatricial): muitas pessoas conhecem e identificam, provoca peladas mas a perda do folículo não é irreversível (esta doença também deve ser tratada pelo dermatologista).
COVID, queda de cabelo e alterações no dia a dia

Estarmos mais tempo em casa faz com que tenhamos uma muito maior perceção do cabelo que nos cai. Normalmente estamos no trabalho, na rua e passamos o dia fora. Passar todo o tempo em casa significa ter a noção de TODOS os cabelos que nos caem, e os vermos espalhados no chão, almofada, sofá, cadeira, ao computador, etc.

Por outro lado, muitos de nós fizeram alterações na dieta durante a pandemia. Qualquer alteração na dieta, mesmo no sentido de comermos melhor, pode determinar momentaneamente uma alteração no ciclo do cabelo que faz com que passados os tais 3 ou 4 meses possamos sentir mais queda de cabelo.

A maior parte de nós evidentemente está stressada com este assunto, não vemos ainda um regresso 100% normal às vidas que tínhamos, existe um grande grau de incerteza, e todas essas preocupações podem refletir-se numa maior queda de cabelo.

Finalmente a própria infeção por COVID, como todas as doenças febris infecciosas, passados 2 a 3 meses pode provocar maior queda de cabelo. Vários pacientes descrevem após terem COVID maior ardor e sensibilidade no couro cabeludo, uma situação denominada de tricodinia.

Mito enraizado: lavar o cabelo mais vezes pode levar a queda de cabelo?

Um mito muito enraizado na população é que lavar o cabelo todos os dias pode provocar mais queda de cabelo. Hoje em dia sabe-se que lavar 3 vezes por dia o cabelo ou lavar 1 vez por semana determina uma queda exatamente igual, quer em número de fios que caem quer em quantidade total (ou peso) do cabelo que nos cai. É indiferente à queda lavarmos mais ou menos o cabelo. O que acontece é que se lavarmos todos os dias o número de fios que vemos será menor do que aquele que observamos se só lavarmos o cabelo 1 vez por semana. No entanto não devemos deixar o cabelo sujo, transpirado ou com excesso de oleosidade, o que poderá levar sim a uma maior queda.

queda de cabelo sazonal

Conselhos do dermatologista para manutenção de um cabelo mais saudável (com menor queda):
  • Não fumar
  • Não ter excesso de peso
  • Fazer exercício
  • Ter uma alimentação saudável
  • Quando existe uma queda excessiva (muito mais que o normal para determinada altura do ano ou se sentimos perda de densidade) devemos procurar um dermatologista para consulta de cabelo

Rui Oliveira Soares (dermatologista)

A minha experiência

No meu regresso pós férias (e mesmo durante as férias) faço sempre um suplemento para o cabelo, uma vez que como tenho também uma alopécia androgenética sinto que é uma ajuda extra (quando queda sazonal e alopécia androgenética se juntam é comum sentir menor densidade capilar). Iniciar o suplemento antes da queda sazonal tem feito diferença sim. A minha fase de maior queda é sempre entre Agosto e Novembro sensivelmente.

Já falei várias vezes da linha Phytophanere da Phyto, do suplemento alimentar e do champô, e com todo o pormenor aqui.

Champô Phytophanere

O champô Phytophanere tem sido provavelmente o champô que mais tenho usado em 2021. É um champô vitaminado de base lavante bastante suave, sendo por isso ideal como champô de frequência. Pode ser usado todos os dias. Deixa o cabelo super macio (nada mole!) ao contrário de alguns champôs de complemento antiqueda que o podem deixar seco e sem vida.

Este champô não contém sulfatos, sendo os mesmos substituídos por outros agentes lavantes, deixando o cabelo perfeitamente limpo mas simultaneamente alinhado e hidratado. Sobre a dúvida frequente “Devo usar champôs com ou sem sulfatos?” recomendo a leitura deste artigo do Portal Infocosméticos, da Faculdade de Farmácia da Universidade do Porto, onde este tema está muito bem explicado.

O meu cabelo está brilhante, maleável. Faço lavagens diárias com este champô e tenho sentido a diferença: cabelo solto mas nada ressequido e tem sido uma ajuda extra no frizz!

O champô Phytophanere contém:

  • Vitaminas B5 e B6
  • Zinco
  • Extrato de farelo de Arroz e Gingko
  • Extração de Quinquina

Onde encontrar este champô? Em farmácias, parafarmácias e online, por exemplo aqui.

phytophanere

phytophanere

Suplemento Phytophanere

Testei pela primeira vez em 2020 o suplemento Phytophanere. Este que é um suplemento de culto para o cabelo, deixa o cabelo brilhante, ajuda a controlar a queda de cabelo associada a algumas carências de nutrientes e a queda de cabelo sazonal. Falei dele no meu artigo sobre Favoritos de Cabelo de 2020, aqui.

Este suplemento tem na sua composição:

  • Vitaminas B2 e B5 que desempenham um papel importante na produção de energia das células
  • Vitamina B6 que contribui para a síntese normal de cisteína
  • Vitamina B8, biotina, que contribui para manter o normal funcionamento do cabelo
  • Vitaminas C e E (antioxidantes) para proteção do bulbo
  • Zinco, que contribui para manter o normal funcionamento do cabelo e das unhas
  • Óleo de Borragem, óleo de peixe: fonte de ácidos gordos essenciais
  • Cisteína
  • Metionina

Neste momento encontras nos pontos de venda esta oferta Phytophanere: oferta de 2 meses de suplementação por cada 2 meses comprados, a um preço muito simpático.

Onde encontrar o duo oferta Phytophanere (1=2)? Em farmácias, parafarmácias e online, por exemplo aqui.

Como tomar? 2 cápsulas com um copo de água ao pequeno almoço, durante 4 meses.

queda de cabelo sazonal

phytophanere

 

Conheces a linha Phytophanere?

Fotografia: Márcia Soares

Disclaimer: Este artigo contém links afiliados. Ou seja, se comprares os produtos através dos links que eu disponibilizo (no dia ou até uns dias a seguir), eu ganho um valor sobre essa mesma compra, e o mesmo é utilizado para adquirir outros produtos para testar e fazer reviews para este projeto. Os links foram escolhidos com o objetivo de te apresentar opções seguras de compra. 

Posts relacionados

Dyson e o acessório Flyaway – resultado profissional em casa?

Já mostrei aqui no site uma review bastante completa sobre o secador Supersonic da Dyson e cuja leitura aconselho para todas as pessoas que se questionam se vale ou não a pena investir no secador desta marca. Rec...

Outubro 9, 2021

Cuidar do cabelo no pós férias: o que faço?

Desde que passei a olhar para o meu cabelo como olho para a minha pele que o conceito de haircare passou a estar tão presente quanto o conceito de skincare. Adoro cuidar do cabelo pois ele devolve em brilho, aspe...

Setembro 14, 2021

Escovas de cabelo e 4 dicas relacionadas com escovagem

Recebo inúmeras perguntas sobre escovas de cabelo e hoje vou mostrar uma das marcas que uso em casa. Vou ainda explicar quais as minhas 4 dicas relacionadas com a escovagem de cabelo, como manter as escovas higie...

Julho 29, 2021

Comenta este post

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

As seguintes regras de RGPD (Regulamento Geral Proteção de Dados) terão de ser lidas e aceites:
Este formulário armazena o teu nome, e-mail e conteúdo para que possamos acompanhar os comentários colocados no site. Para mais informações, consulta a nossa política de proteção de dados, onde obterás mais informações sobre onde, como e por que armazenamos os teus dados.

recebe as novidades beautyst

    A
    Aceito as condições gerais. Consulta a nossa política de proteção de dados. Este website está protegido pelo reCAPTCHA e a Política de Privacidade e Condições do Serviço do Google são aplicáveis.

    My beauty Wishlist