Sulfatos em champôs, sim ou não? 6 sugestões

sulfatos

Quase todos os dias recebo perguntas sobre champôs e cuidados de cabelo. E muitas vezes é a eterna questão: champôs com sulfatos, sim ou não? Por isso hoje decidi explicar porque é que tenho preferido usar champôs sem sulfatos, dando alguns exemplos e irei também explicar melhor este tema que levanta sempre tantas dúvidas! Pronta para saber mais?

Champôs sem sulfatos, sim ou não?

Boa pergunta! Explicando de uma forma simples, os champôs sem sulfatos (e outros produtos para cabelo) surgiram quando algumas “notícias” colocavam em causa a segurança dos sulfatos. Nos champôs encontramos ingredientes lavantes, os tensioativos, que têm como objetivo desengordurar o cabelo. Alguns certamente já ouviste falar e reconheces nas embalagens dos champôs que tens em casa, como o Sodium Lauryl Sulfate, o Ammonium Lauryl Sulfate, o Sodium Laureth Sulfate ou o Ammonium Laureth Sulfate. Estes são tensioativos aniónicos, que têm um grande poder detergente e costumam fazer bastante espuma, mas podem ter como desvantagem remover demasiado os lípidos (saudáveis e importantes!) que cobrem as hastes capilares e o resultado poderá ser um cabelo mais opaco, mais sujeito a frizz e mais frágil, dependendo do tipo de sulfatos utililizado.

Entretanto, a partir do ano 2000 começaram a ser lançadas outras alternativas de champôs, não só com menos sulfatos, como também com outros tensioativos menos “desengordurantes”, que fazem menos espuma e são mais suaves. Champôs sem sulfatos são tão seguros como champôs com sulfatos. Produzem um efeito cosmético diferente e nem todas as pessoas os poderão preferir.

E porque é que eu tenho preferido usar champôs sem sulfatos?

Posso dizer que as primeiras vezes que usei champôs sem sulfatos, achei estranho, senti que a lavagem era diferente. O “desengordurar” parecia não ser tão notório, mas a verdade é que o efeito cosmético no meu cabelo, já depois de seco, me parecia melhor! Mais alinhado, com menos frizz, mais brilhante. Mais bonito, no geral. Isto aconteceu-me com o champô Phytophanere de que já falei tantas vezes.

Pessoas com o cabelo extremamente oleoso poderão sentir, durante a lavagem, que um champô sem sulfatos parece “não lavar tão bem” ou não faz tanta espuma (associamos mais espuma a um poder lavante superior, bem como estamos de alguma forma habituadas a que o cabelo fique a “chiar” depois de lavado, mas isso não é necessariamente bom). Pessoas que lavam o cabelo poucas vezes por semana podem sentir que um champô sem sulfatos não aguenta tão bem o cabelo durante os vários dias em que não é lavado (mas depende do champô e do cabelo, isto não é uma verdade preto no branco). Eu lavo o cabelo todos os dias e tenho preferido lavagens mais suaves sem sulfatos, mas de vez em quando uso um champô com sulfatos, sem problema nenhum. Depende do que me apetece nesse dia, para ser franca!

Outra razão que me levou a preferir ultimamente os champôs sem sulfatos foi o alisamento que fiz (de que já falei aqui). Na minha opinião, o cabelo aguenta-se melhor com este tipo de champôs e sinto que o alisamento dura mais também. Mas tal como referi antes, os champôs com sulfatos são seguros, são mais “desengordurantes” e fazem por norma mais espuma (e há muitas pessoas que os preferem).

Champôs sem sulfatos de que gosto e recomendo!

Vê aqui alguns champôs sem sulfatos com os quais tenho excelente experiência!

champos sem sulfatos

1. Phytophanere, um champô que gosto e uso muito! Um champô vitaminado de que já falei com TODO o pormenor (e vezes sem conta!) aqui e que entrou nos meus favoritos de cabelo de 2021. Onde comprar? Em farmácias e parafarmácias, ou online, por exemplo aqui.

2. Champô Sunrise Rituals da Voir, uma marca que finalmente chega a Portugal (que boa notícia!) e que deixa o cabelo muito certinho, alinhado e brilhante. Um champô que pode ser usado diariamente, tal como os outros que aqui refiro, que limpa suavemente, suaviza e adiciona brilho ao cabelo. Com uma mistura de ácido hialurónico e ácido láctico, é um champô cremoso que deixa os fios hidratados, indicado especialmente em cabelos com falta de brilho e com frizz (nota máxima também para a máscara da mesma linha, das melhores que já usei, extremamente hidratante e reparadora). Cheirinho bem suave. Bons dias de cabelo com este champô! Onde comprar? Aqui.

3. Revitalizing Volumizing Shampoo da Hair Rituel by Sisley, uma marca com um preço elevado, mas que vale cada cêntimo. É toda uma experiência e o aroma é indescritível. Há dias em que me quero mimar de cima a baixo e nesses dias tenho uma certa tendência para usar Hair Rituel by Sisley, ahahah! Também já falei deste champô com todo o detalhe aqui, no artigo sobre favoritos de cabelo 2021. Onde comprar? Por exemplo na Wells, aqui.

champos sem sulfatos

4. Champô Repair da Lazartigue, o meu favorito da marca e com efeito reparador (já o meu filho usa a gama Clear, de que falei aqui, e está mesmo livre de caspa, funciona lindamente). Usar o champô Repair em conjunto com o condicionador da mesma gama, dá a sensação que colocámos um “penso” no cabelo – fica mesmo reparado, alinhado e bonito. Adoro o cheirinho também! Onde comprar? Em farmácias e parafarmácias, ou online, por exemplo aqui.

5. Champô Bain Fluidealiste Sem Sulfatos da Kérastase, que comprei por curiosidade depois de uma seguidora minha me ter falado nele (atenção, existe um IGUAL com sulfatos, mas este diz “Gentle” na embalagem). Tem uma fórmula muito suave que controla o cabelo indisciplinado. Está indicado em cabelos fragilizados por exemplo pela coloração ou tratamentos químicos como alisamentos e cabelos com frizz. A fibra capilar fica suavemente revestida por agentes suavizantes que deixam o cabelo mais maleável, com menos frizz, mais suavidade. Estou a gostar bastante e a linha é toda muito interessante. Onde comprar? Em salões de cabeleireiro, ou online, por exemplo aqui.

6. Champô Olaplex 4 que uso habitualmente nos dias em que faço o tratamento Olaplex 3 (faço uma vez por semana). Já falei do tratamento Olaplex 3 aqui (no ponto 10) e para que serve. O champô (e condicionador) fazem a combinação perfeita com o tratamento. O cabelo fica como que transformado. É um ritual que adoro fazer. Atenção às expectativas, pois cabelos extremamente danificados (que gostam de recorrer a esta solução) podem é precisar mesmo de um bom corte e / ou largar as químicas, colorações e ferramentas de calor por uns tempos! Onde comprar? Por exemplo aqui.

 

Estes têm sido os champôs sem sulfatos que mais tenho usado. Nunca gostei de usar um só champô e mantenho o que disse inicialmente, os champôs com sulfatos são seguros e podem resultar melhor para quem prefere uma ação “detergente” muito notória. Aliás, não deixo de os usar pontualmente e tenho também em casa. E atenção, nem todos os champôs com sulfatos têm uma ação muito detergente, bem como nem todos os champôs sem sulfatos fazem uma lavagem tão “suave”. Por exemplo, o Champô Volume da New Nordic é um champô sem sulfatos bom para quem gosta do efeito mais “detergente”. Testei-o e de facto resulta bastante bem para quem prefere esse toque no cabelo.

 

E tu, gostas de usar champôs sem sulfatos? Quais utilizas?

Fotografia: Márcia Soares

Montagens: Beautyst

 

Disclaimer: Este artigo tem alguns links afiliados. Ou seja, se comprares os produtos através dos links que eu disponibilizo (no dia ou até uns dias a seguir), eu ganho um valor sobre essa mesma compra, e o mesmo é utilizado para adquirir outros produtos para testar e fazer reviews para este projeto. Os links foram escolhidos com o objetivo de te apresentar opções seguras de compra. Eu utilizo os produtos mencionados neste artigo.

Posts relacionados

Protetor térmico: Sérum d’Exception, a novidade da Lazartigue!

Sou incapaz de secar o meu cabelo sem um protetor térmico. Antes de mais é muito importante referir que os fios de cabelo são compostos por 3 camadas, do exterior para o interior: a cutícula, o córtex e a medula....

Novembro 24, 2022

Cosmética capilar, pela Dra. Filipa Osório, dermatologista

Recentemente, no 8º Curso de Cirurgia e Cosmética Dermatológica (Coimbra, 2022) a dermatologista Dra. Filipa Osório abordou uma temática que certamente terá interesse para quem segue este projeto: Cosmética capil...

Novembro 22, 2022

Densidade capilar e Crescina: 10 dicas de utilização

Quando comecei a fazer o tratamento Crescina no início deste ano estava longe de saber que iria gostar tanto desta solução para estimular o crescimento de novos fios de cabelo. Tive uma excelente experiência, com...

Novembro 5, 2022

2 comentários

  1. Carla Simas diz:

    Olá, usei o Olaplex mas achei que me caia muito cabelo, e foi numa altura de stress. É normal? Não continuei o uso….

    1. Joana Alvares diz:

      Olá Carla, o champô não provoca queda de cabelo. A oleosidade sim, pelo que se o cabelo é oleoso deve ser lavado com a frequência desejada para o couro cabeludo se manter limpo. Um período de maior stress pode ter impacto na queda de cabelo sim. Um beijinho, Joana

Comenta este post

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

As seguintes regras de RGPD (Regulamento Geral Proteção de Dados) terão de ser lidas e aceites:
Este formulário armazena o teu nome, e-mail e conteúdo para que possamos acompanhar os comentários colocados no site. Para mais informações, consulta a nossa política de proteção de dados, onde obterás mais informações sobre onde, como e por que armazenamos os teus dados.

recebe as novidades beautyst

    A
    Aceito as condições gerais. Consulta a nossa política de proteção de dados. Este website está protegido pelo reCAPTCHA e a Política de Privacidade e Condições do Serviço do Google são aplicáveis.

    My beauty Wishlist

    Copyright Beautyst . 2022