Queratose pilar: o que é e como minimizar a aparência?

queratose pilar

Tenho umas borbulhas muito pequeninas nos braços desde que me lembro e para quem não sabe esta é uma condição de pele designada de queratose pilar. Nunca gostei do aspeto dos meus braços e confesso que sempre desejei uma pele macia e sem marcas. A queratose pilar sempre me limitou na utilização de roupa de alças porque não gosto nem do seu aspeto nem do toque da pele. Quando era mais nova esta condição estava bastante mais exacerbada, e em criança cheguei a ter estas “bolinhas” no rosto, algo que me incomodava muito. Há vários anos sei que a este “fenómeno” se dá o nome de queratose pilar e costuma aparecer habitualmente na parte de cima dos braços, na face, coxas e nádegas.

O que é a queratose pilar?

A queratose pilar é caracterizada por pequenas obstruções nos folículos pilossebáceos, dando à pele um aspeto de “pele de galinha”. As alterações na pele, avermelhadas ou esbranquiçadas, são causadas pela acumulação de queratina na pele, o que bloqueia a abertura dos folículos pilosos, dando origem a essas “borbulhinhas”.

As razões para a existência dessa acumulação de queratina são bastante variadas, e não é incomum vermos pais e filhos com a mesma questão (genética), bem como a sua origem poderá estar relacionada com outros problemas de pele, como a dermatite atópica. Pessoas que têm a pele muito seca, que têm alergias, rinite e asma, por norma têm uma maior predisposição para terem queratose pilar. Nos meses mais frios a queratose pilar fica mais evidente, pelo facto de a pele se apresentar mais seca e não haver exposição solar direta (que melhora os sintomas).

Esta doença pode aparecer em qualquer fase da vida. No meu caso, desde que sou pequena que me lembro de ter estas “bolinhas” nos braços, coxas, nádegas e até no rosto. É mais comum aparecer em crianças e adolescentes, sendo uma condição que tende a melhorar com a idade, mas é um problema crónico, ou seja, pode durar anos, ou mesmo a vida inteira. Mas para ficarmos mais descansadas, devemos saber que esta é uma condição benigna, que pode no entanto causar um desconforto do ponto de vista estético.

queratose pilar

Quais os principais sintomas da queratose pilar?
  1. Pequenas lesões na pele semelhantes a borbulhas, sobretudo na face externa dos braços, nas coxas, nádegas e face (mas também pode aparecer no tronco)
  2. Caracteriza-se por uma pele áspera
  3. E por norma está associada a uma secura cutânea
  4. É uma condição que não dá comichão, nem qualquer dor, e por isso estamos perante uma desordem da pele com sintomas meramente estéticos
Diagnóstico de queratose pilar

Se tens este tipo de queixas que são facilmente identificáveis, deves procurar o dermatologista. O diagnóstico é feito através da observação – o exame dermatológico. Na maioria dos casos a queratose pilar dispensa tratamento médico, por não se tratar de um problema grave, mas sim um problema meramente estético, que em várias circunstâncias pode desaparecer sem qualquer tratamento. Mas é bom termos uma orientação médica e sabermos que possibilidades existem, sobretudo no caso das pessoas que se preocupam com a aparência dessas bolinhas.

Na consulta, há várias informações que devem ser partilhadas com o médico, nomeadamente a descrição dos sintomas, há quanto tempo existem, onde se localizam, questões semelhantes em familiares e claro, com a partilha do historial médico (doenças e medicamentos).

Tratamento da queratose pilar

É preciso gerir as expectativas, pois embora seja possível melhorar a aparência da pele é difícil conseguir-se eliminá-la por completo. Uma esfoliação regular (1x por semana nas zonas afetadas) e uma boa hidratação são fundamentais. Utilizar produtos à base de ureia e ácido salicílico (ou até ácido glicólico) e lactato de amónio, usar proteção elevada e evitar roupa apertada e banhos quentes, são medidas que ajudam a minimizar a aparência da queratose pilar.

Em casos graves e com áreas extensas da pele, a microdermoabrasão ou os peelings químicos podem ser uma resposta, mas sempre feitos com o dermatologista.

queratose pilar

O meu caso de queratose pilar e o tratamento

Quando fui ter com a minha dermatologista, a Dra. Marisa André, para lhe mostrar o estado destas borbulhinhas, ela referiu que já tem visto casos muito piores do que o meu e até me perguntou o que é que eu tenho feito para a minha pele estar relativamente bem. Em termos de cuidados, utilizo o creme de banho Xemose da Uriage (de que já falei aqui), faço esfoliação uma vez por semana e aplico também o leite emoliente Xemose da Uriage. Por cima coloco um cuidado queratoredutor. Em tempos já utilizei a Loção Forte da Neostrata que tem uma percentagem elevada de ácido glicólico e que também ajudou e muito.

A Dra. Marisa explicou-me que posso começar a utilizar um creme com ureia “a sério”! Ou seja, com uma elevada concentração de ureia. Este tipo de cremes costuma ser usado em situações de rugosidades extremas na pele, como nas calosidades dos pés, por exemplo. Disse-me para utilizar uma vez por dia (à noite por exemplo). Outra “batota” que me explicou é usar um óleo de lavagem no banho em vez de creme ou gel de banho, pois também funciona bem. Por isso tenho estado com alguma curiosidade em experimentar este da SVR.

Por fim recomendou-me andar com os braços destapados porque andar com eles tapados pode fazer pior à situação. E sim, confirmo, no verão os meus braços viram outros. O sol e o mar ajudam a tornar quase impercetíveis estas borbulhinhas e eu fico bastante contente!

Sugestões de produtos

1. Há vários cremes para aplicar localmente que fazem sentido, tendo em conta que devemos procurar produtos que tenham na sua composição agentes queratolíticos (que evitam a obstrução dos folículos). Estou a gostar muito de usar o Kerapil da Noreva (um produto de que já falei aqui), e que tem na sua composição lactato de amónio e ácido láctico. A textura é muito fluida e branca, com um leve perfume. É muito agradável e sinto melhorias enormes na pele. Um creme para todo o corpo, incluindo estas zonas com queratose pilar, seguro para toda a família, mesmo para as crianças, é o Lipikar Lait Urea 5+ da La Roche Posay!

2. Outra opção é o Xerial 30 Creme da SVR, um creme que estou a usar no rosto do meu filho (também tem queratose pilar) e com a continuidade das utilizações se tem mostrado eficaz. Tal como o próprio nome indica tem 30%, neste caso, de ureia.

queratose pilar

3. Depois de uma leitora me falar do SA Smoothing Cream da Cerave decidi comprar. De todos os que mencionei até aqui é o mais “espesso” e talvez o menos agradável de utilizar. A sua composição no entanto é muito interessante, o preço talvez mais acessível que outros produtos (também tem mais produto) e estou expectante com os resultados. Contém 10% de ureia, ácido salicílico e promete melhorar a aparência da pele em apenas 3 dias. Gosto muito da composição pelo facto de não ter perfume e por incluir ácido hialurónico e 3 tipos de ceramidas. No entanto, confesso que a textura não foi a que mais me convenceu.

4. Outra opção ainda é o Ikeriane da Ducray, um creme emoliente queratoredutor, com glicolato de guanidina e ácido glicólico (AHA). A textura é fluida, sem perfume e espalha bem.

5. Tal como falei anteriormente, a Loção Forte da Neostrata é um cuidado muito interessante pelo facto de ter uma percentagem bastante elevada de ácido glicólico, 15%. É uma loção muito fácil de espalhar e deixa a pele renovada. Nem todas as peles poderão tolerar o uso de 15% de ácido glicólico numa base regular. Mas se a pele tolerar é um cuidado muito interessante. Um dos meus favoritos também.

queratose pilar

6. e 7. Ajudas extra: fazer uma esfoliação nas zonas afetadas 1x por semana. Eu gosto muito do esfoliante corporal da Martiderm, bem como do esfoliante da Filorga de que já falei aqui.

8. Outra ideia é passar com um disco ou compressa embebidos num tónico com ácido glicólico, por exemplo o da Ordinary (que tem um preço acessível), depois da higiene corporal e antes do cuidado hidratante queratoredutor.

9. Por fim, estou com muita curiosidade em testar a loção corporal transformadora da marca Ameliorate, um produto específico para a queratose pilar, com lactato de amónio, ácido láctico e ureia, bem como ingredientes hidratantes e que podes ver aqui. Esta loção vem em 2 tamanhos: 200 e 500 ml. Da mesma marca encontramos ainda produtos complementares, como por exemplo o esfoliante.

Atualização do artigo em Março de 2022: depois de já ter testado o Ameliorate, confesso que não fiquei nada fã do cheiro e o resultado ficou aquém das expectativas. De todos os cuidados localizados referidos o Kerapil da Noreva bem como a Loção Forte da Neostrata foram aqueles que senti que foram mais eficazes no meu caso. Devem ser usados com cuidado em peles sensíveis, por exemplo 3 noites por semana.

queratose pilarApesar de que quem tem queratose pilar não gosta da aparência e do toque da pele, a verdade é que no meu caso estou substancialmente melhor. Sei que é uma situação que nunca irá ficar perfeita, mas a pele está lisa, sem pontinhos brancos (costumava ter) e bastante mais macia do que há uns anos atrás.

Sabias que esta condição tem o nome de queratose pilar? Tens ou conheces alguém que tenha? Como a tratam?

Fotografia: Yellow Savages

Montagens: Beautyst

Disclaimer: Este artigo não é patrocinado. Eu utilizo alguns dos produtos mencionados neste artigo e outros tenho interesse em experimentar, com base na sua composição. Este artigo contém alguns links afiliados. Ou seja, se comprares os produtos através dos links que eu disponibilizo (no dia ou até uns dias a seguir), eu ganho um valor sobre essa mesma compra, e o mesmo é utilizado para financiar este projeto. Os links foram escolhidos com o objetivo de te apresentar opções seguras de compra a excelentes preços.

Posts relacionados

Lipedema, o que é e como tratar?

"Pernas desproporcionalmente gordas”? Podemos estar a falar de lipedema. Esta é uma doença sobre a qual se fala muito pouco no nosso país! Neste artigo a cirurgiã vascular Dra. Joana de Carvalho explica o que é e...

Novembro 15, 2022

La Crème Main Chanel: realmente vale?

Quando comprei o La Crème Main da Chanel para usar na carteira estava na expectativa de perceber se iria ser uma paixão ou se se iria tornar em mais um daqueles investimentos sem sentido. Hoje vou explicar se o L...

Outubro 19, 2022

Corpo e pós-férias: 10 must have!

A vida é feita de equilíbrios, e o meu equilíbrio passa por relaxar 100% em tempo de férias. Por isso Setembro é, em primeiro lugar, o mês de regresso ao exercício físico (finalmente já comecei o ginásio! ... dep...

Setembro 15, 2022

32 comentários

  1. Ana diz:

    Finalmente alguém explica o que eu tenho nos braços… nunca achei normal. Melhora no verão com o sol e hidratação da pele mas no inverno volta ao normal.

    1. Joana Alvares diz:

      Olá Ana! Sim, esta condição de pele é bastante frequente e infelizmente fala-se pouco nela. Por isso achei que tinha todo o interesse de ser abordada. Os cuidados de pele que deixo como sugestão melhoram bastante a aparência e a textura da pele. Um beijinho! Joana

  2. catarina santos diz:

    Também eu sofro desse problema, e noto que agora no inverno fica bem pior. Fiquei com uma divida relativamente as sugestões dos cremes. Usa-se o o leite emoliente xemose da uriage e nos locais problemáticos aplica se depois desse o kerapil da noreva??
    Grata e parabéns pelo blog, está fantástico!!

    1. Joana Alvares diz:

      Olá Catarina! Podes aplicar apenas o cuidado para a queratose pilar diretamente (sem colocar antes o cuidado de corpo) só nas zonas afetadas. 🙂 Beijinhos e muito obrigada pela tua opinião! Joana

  3. Catarina diz:

    Olá Joana! Obrigada pela partilha

    Após varios anos de diagnosticos incertos, falsas esperanças e lágrimas na adolescência, acrescento a minha sugestão de tratamento!

    No meu caso apercebi-me que os cremes cuja composição fosse ureia, acido salicilico, lacteo, me causava ainda mais irritação e vermelhidão, apesar de amaciar e hidratar a pele. O que fiz?

    Optei nos últimos 2 anos pelos cremes e leite de banho da Avenno (muito em conta), uso ou hidratante normal, espalha relativamente bem, seca rápido e já há opções com cheiro a fruta e lavanda). No último ano opto pelo d’Avenno para pele atópica). Como uso? Uso 2x dia -manhã/antes de dormir) intercalando com o da Isdin 20% ureira (uso no máximo 2-3 vezes por semana no Inverno) e no Verão o Sol e a agua do mar auxiliam um pouco!

    Espero ter auxiliado!

    beijinhos

    1. Joana Alvares diz:

      Muito obrigada pela tua partilha Catarina! Também sempre foi algo que me incomodou muito e quando era miúda nem usava roupa com os braços de fora por ter tanta vergonha do seu aspeto. Hoje em dia a minha condição melhorou IMENSO! No meu caso o Kerapil e a Loção Forte da Neostrata têm sido os produtos com os quais tenho tido uma melhor experiência. Uso no banho regularmente o Syndet Xémose da Uriage que não irrita nada a pele, bem pelo contrário. Um óleo de banho também pode ser uma boa ajuda (há de várias marcas, como o óleo Xémose ou o Topialyse). Vou ainda experimentar em breve a loção Ameliorate. Um grande beijinho, Joana

  4. marisa diz:

    Olá 🙂
    Já tens opiniãõ formada sobre o ameliorate?

    beijinhos

    1. Joana Alvares diz:

      Olá Marisa, ainda não. Recebi-o recentemente, mas a Cult Beauty enganou-se no tamanho encomendado. Encomendei o tamanho de 100 ml e enviaram-me o de 50 ml. Estou a tentar resolver a questão antes de poder testar.
      Um beijinho! Joana

  5. Sandra diz:

    Olá Joana!
    Também eu sofro deste problema. Tenho hiperqueratose pilar no rosto. Já experimentei diversos cremes e tratamentos mas infelizmente nunca obtive grandes melhorias. Gostaria de saber a sua opinião sobre o melhor produto para aplicação no rosto.
    Obrigada.
    Sandra Oliveira

    1. Joana Alvares diz:

      Olá Sandra! Já experimentaste o Kerapil?

  6. Rita diz:

    Ola Joana!
    Muito obrigada por este post, o meu marido tem imenso nos braços e pernas, e agora a nossa filha de 2 anos também tem nos braços, pernas e rosto.
    Para mim isto é novidade, e a nossa pediatra desvaloriza completamente já que é uma questão estética.
    O que é que usaste para o teu filho? Já utilizo a linha Xemose da Uriage, mas no rosto o que resulta melhor é o bom e velhinho nivea da lata azul, mas temos que ser super consistentes na aplicação.

    1. Joana Alvares diz:

      Olá Rita! Nos meus filhos tenho usado a opção que indico da Cerave, nos braços. No rosto temos usado ou o Xerial 30 ou o Ureadin 30. Complemento com o Xémose da Uriage para hidratar (o da embalagem grande – creme de corpo e rosto). Um beijinho! Joana

  7. Beatriz Oliveira diz:

    Olá Joana,
    Muito obrigada pelo teu post! Foi super útil!
    Agora que já passaram uns meses, gostava de te perguntar qual o “veredicto” final entre Cerave e Kerapil, na zona dos braços?

    1. Joana Alvares diz:

      Olá Beatriz! Obrigada pela tua questão. Gostei globalmente mais de usar o Kerapil, não só pelos resultados obtidos, mas também porque tem uma textura mais fluida, que penetra com maior facilidade. Até agora não encontrei solução na queratose pilar superior ao Kerapil, estou bastante satisfeita! Um beijinho! Joana

  8. Joana Almeida diz:

    Olá Joana, obrigado pela partilha.
    Hoje a minha filha de 7 anos foi diagnosticada com Queratose pilar por uma dermatologista.
    Os produtos que menciona, sabe dizer-me se posso aplicar em crianças, neste caso de 7 anos, ou são mais aconselhados para adultos?
    Se sim, da sua experiência qual me aconselha a experimentar em 1º lugar?
    (A dermatologista recomendou Xeratop leite corporal ou Xerolact 12)
    Obrigado.
    Joana Almeida

    1. Joana Alvares diz:

      Olá Joana! Para a minha filha também foi recomendado o Xeratop. Tivemos bons resultados. Neste momento faz o Cerave SA Smoothing Cream, não gosto tanto da textura (mais espessa). Acho o Xeratop uma boa opção sim. Um grande beijinho, Joana

  9. Joana Conceição diz:

    Olá Joana.
    Sempre tive imensos pontinhos vermelhos nas pernas que ficam mais evidenciados no Inverno, contudo, foi uma situação que sempre desvalorizei pois nunca senti comichão ou outro sintoma que me incomodasse, só mesmo a questão estética e após alguma pesquisa, cheguei até aqui e gostava de perguntar se já testou os produtos da Ameliorate e se gostou mais desse do que do Kerapil. E também questionar acerca da frequência de utilização dos produtos para a queratose pilar, são cremes que se podem aplicar todos os dias ou uma vez por semana?
    Parabéns pela publicação e por explicitar tão bem uma condição tão desconhecida.

    Obrigada!
    Joana Conceição

    1. Joana Alvares diz:

      Olá Joana! Viva! Já testei o Ameliorate sim e continuo a gostar mais do Kerapil pois sinto que não só é mais eficaz como o cheiro é menos intenso. Por exemplo no inverno acabo por não usar muito pois tenho o corpo mais tapado, mas quando começa a primavera uso todas as noites antes de ir dormir. É preciso ter cuidado com o sol e não esquecer a proteção solar diária das zonas onde aplicamos este tipo de produto. Um beijinho!

  10. Mafalda diz:

    Olá Joana,

    Obrigada pela sua partilha!
    Pode dizer-me qual a melhor combinação de produtos para este problema? Tem imensas sugestões e gostava de saber qual a combinação que mais gostou.
    Obrigada!

    1. Joana Alvares diz:

      Olá Mafalda! Comigo resulta muito bem usar o óleo de limpeza no corpo, no banho, e usar o Kerapil só nas zonas com queratose pilar. Adicionalmente podemos usar um cuidado de corpo (quando há queratose pilar, por norma é em várias partes do corpo) específico para esta finalidade. Existe um que é o Lipikar Lait Urea 5+ da La Roche Posay. Este tipo de creme tem uma textura diferente (mais espessa), sendo específico para queratose pilar. Um beijinho!

  11. Mariana Athanasio diz:

    Olá!
    Tenho queratose pilar há muito tempo, desde criança. Fui a vários dermatologistas mas nunca consegui melhorar a aparência e o toque dos braços. Há pouco tempo descobri um produto com acido glicolico que é maravilhoso. A maciez melhorou 100% e a aparência melhorou bastante também! É da Mantekorp e se chama Glycare loçao áreas ásperas.

    1. Joana Alvares diz:

      Olá Mariana! Muito obrigada pelo teu feedback. Onde costumas comprar? Um beijinho, Joana

  12. Joana Almeida diz:

    Obrigado. Beijinho

    1. Joana Alvares diz:

      Um beijinho!

  13. Joana de Sousa Rodrigues diz:

    O meu filho tem isso uso produtos da noreva mas n vejo nenhumas melhorias às vezes sim outras vezes não , é uma doença muito chata!!

    1. Joana Alvares diz:

      Olá Joana! Que produto é que ele tem usado? O Kerapil? Usa de que forma?

  14. Olá! Minha filha tem 2 anos hj e desde os 5 meses percebi essas bolinhasm, a pediatra diz que é normal do organismo dela. porém não gosto do aspecto aspero na pele dela, sensasão que é de não está cuidando bem dela sabe… Então estou na busca para essa melhora. A alergista dela passou hidratante mustela, porém vi q ele é para dermatite atópica o que nao é o caso pq essas bolinhas dela não coçam, ela tem nos braços, bocheças e coxas… Eu tenho 28 anos e me lembro que eu tinha na minha infancia só que agora sumiu. Já vi que pode ser genético, e também por causa de asma, rinite.. Ela tem rinite e estamos observando se tb tem asma. Em fim mutíssimo obrigada por compatilhar sua experiência pois é dificil achar conteúdo falando sobre esse assunto, abordando dessa maneira abertamente do que funcionou com você. Creio que muitos desses produtos mencionado não posso usar nela devido a idade. Teria algo mais a indicar para essa faixa etária?

    1. Joana Alvares diz:

      Olá Suzana, nesse caso o que aconselho é uma consulta de dermatologia pediátrica. Em Lisboa tens por exemplo a Dra. Carolina Gouveia que está precisamente a acompanhar o caso de queratose pilar do meu filho. Podes saber mais sobre a Dra. Carolina e os locais de trabalho onde dá consulta aqui: https://www.beautyst.pt/medicos/dra-carolina-gouveia-dermatologista-pediatrica Um beijinho!

  15. Thais diz:

    Olá.. vc já testou o KPSOLUTION?

    1. Joana Alvares diz:

      Olá, bom dia! Não testei. Parece interessante. É uma solução com 10% de ácido láctico. No entanto como utilizo a Loção Forte da Neostrata com 15% de ácido glicólico (por norma 3 noites por semana) acredito que iria ter uma ação queratolítica inferior. No entanto pareceu-me uma solução interessante. Obrigada pela partilha! Um beijinho! Joana

  16. Paula Gonçalves diz:

    Olá Joana,

    Fiquei com uma dúvida em relação ao uso do Kerapil da Noreva e da Loção Forte da Neostrata.
    A Joana usa os dois? O Kerapil diariamente e o Neostrata três vezes por semana?
    Obrigada!

    1. Joana Alvares diz:

      Olá Paula! Viva! Normalmente como costumo fazer é o da Neostrata 2ª, 4ª e 6ª e o Kerapil nos restantes dias (à noite). Posso alterar caso a pele sensibilize. Mas faço sobretudo na altura em que começo a destapar mais os braços. Claro que se há exposição solar direta é muito importante fazer proteção solar nestas zonas. Um beijinho! Joana

Comenta este post

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

As seguintes regras de RGPD (Regulamento Geral Proteção de Dados) terão de ser lidas e aceites:
Este formulário armazena o teu nome, e-mail e conteúdo para que possamos acompanhar os comentários colocados no site. Para mais informações, consulta a nossa política de proteção de dados, onde obterás mais informações sobre onde, como e por que armazenamos os teus dados.

recebe as novidades beautyst

    A
    Aceito as condições gerais. Consulta a nossa política de proteção de dados. Este website está protegido pelo reCAPTCHA e a Política de Privacidade e Condições do Serviço do Google são aplicáveis.

    My beauty Wishlist

    Copyright Beautyst . 2023