O meu primeiro preenchimento com ácido hialurónico

acido hialuronico

Apenas mais um dia da minha vida. Mas hoje era o dia em que ia fazer o meu primeiro preenchimento com ácido hialurónico. Ia com medos? Não. Felizmente na minha vida profissional perdi o medo às agulhas pois durante um ano trabalhei em marketing com dispositivos médicos para cirurgia. Então, sim, eu entrava em cirurgias complexas e isso foi meio caminho para nunca mais ter receio de agulhas, sangue, médicos e hospitais. Então como correu este dia?

acido hialuronico

Sem maquilhagem

Já sabia que tinha de ir sem maquilhagem, embora pudesse tirá-la na clínica imediatamente antes, mas optei por ir de cara lavada. A minha dermatologista, Dra. Marisa André, já me tinha analisado o rosto numa consulta anterior e eu ia tranquila. Embora com um nervoso miudinho por não saber como tudo iria correr, claro (logo eu, control freak!). Quando cheguei, tirámos umas fotografias ao “antes” para ficarem no registo clínico. Nesse dia iria preencher os sulcos nasogenianos, ligeiramente as maçãs do rosto, um pouco nos lábios e that’s it!, tal como referi aqui.

acido hialuronico

acido hialuronico

Picadas e dores?

Primeiro marcámos com lápis branco os locais a corrigir. O primeiro local onde foi feita a aplicação foi nos sulcos nasogenianos. Sente-se uma picada e sim, dói um pouco, mas nada complicado! Sente-se uma coisa um pouco estranha que é a ideia de que algo está a entrar no rosto, mas é também uma coisa ínfima e não incomoda. Chega a fazer um pouco de ruído o produto a ser injetado, mas é quase inaudível.

acido hialuronico

acido hialuronico

acido hialuronico

Depois passámos para os lábios, e essa zona foi anestesiada pois costuma doer mais. Anestesiámos vários locais do lábio, inclusivamente por dentro, no freio. E sim, aí até a anestesia me doeu, mas uma vez mais, nada que não se tolere. Enquanto essa anestesia fazia efeito passámos para as maçãs do rosto (sem anestesia). E porquê nas maçãs, uma vez que não era “zona prioritária” para mim? Porque deve haver um equilíbrio da face. Preencher apenas nos sulcos e lábios faria com que o rosto ficasse com uma projeção inferior que não seria contrabalançada com a parte superior da face. Não doeu nada de especial e foi relativamente rápido, embora seja tudo feito com imenso cuidado. A Dra. Marisa ia sempre perguntando se estava a doer, ia pedindo desculpa por dar as várias picadas, mas eu estava muito bem-disposta.

acido hialuronico

Preencher os lábios

Passámos para os lábios e essa zona foi a mais difícil para mim. O objetivo era corrigir uma pequena assimetria, colocar a comissura dos lábios ascendente (os cantinhos da boca tendem a descair com a idade) e fazer um pouco de contorno labial. Os lábios também vão ficando mais finos com a idade. Mas o objetivo era ser um trabalho discreto! Nada de bico de pato e lábios grossos (desculpa, não é mesmo para mim, não gosto nada de ver).

acido hialuronico

acido hialuronico

Por isso todo este trabalho é no sentido de dar um ar mais “fresco”, descansado, saudável, como se tivéssemos vindo de umas férias! Claro que eu ia vendo o meu rosto, sem maquilhagem, com umas picadas e a ficar vermelha e sinto que estas fotografias retratam muito bem todo o processo. Sofrer um pouco para depois me sentir mais satisfeita com a minha imagem. No final a Dra. Marisa “trabalhou” com as suas mãos o produto injetado, para o “moldar” conforme pretendíamos. Sem dor, e tranquilo também.

acido hialuronico

acido hialuronico

acido hialuronico

Uma segunda aplicação, 15 dias depois

Optámos no final por deixar ainda uma quantidade, cerca de 1/3 do 1 ml total, para aplicar 15 dias depois. Para quê? Para eu me habituar ao preenchimento, perceber o que gostaria de melhorar passado o edema local e no fundo fazer as coisas com calma, sem exageros. Coloquei gelo nas várias zonas durante cerca de 15 minutos, fotografámos o “depois” e fui dali para casa. Tudo tranquilo.

acido hialuronico

acido hialuronico

Dúvidas sobre este procedimento, tens?

Fotografia: Yellow Savages

Disclaimer: este procedimento foi-me recomendado após serem avaliadas as minhas características individuais pelo que não aconselho que o faças sem antes avaliares com um médico. Os procedimentos estéticos têm efeitos secundários e não são completamente inócuos. Este post não é patrocinado.

 

Posts relacionados

5 questões de beleza imprescindíveis aos 40 (ou mais) anos

Já falei algumas vezes por aqui e nas minhas redes sociais, Instagram e Facebook, sobre a diferença que é ter a minha idade, 40 anos, quando o assunto é beleza. Aos 20 e mesmo aos 30 as questões que eu tinha eram...

Julho 23, 2019

Primeiros passos para fazer um preenchimento com ácido hialurónico

Já te falei sobre a minha vontade em repor algum do volume perdido na face. Com o passar dos anos, com a idade, e agora que já cheguei aos 40, sinto menos volume e 2 sulcos marcados de cada lado da boca, os sulco...

Junho 11, 2019

3 dos meus segredos de beleza aos 40

Este projeto, pelo contacto que tenho com a dermatologia, já me ajudou a traçar um plano e a perceber o que faz sentido. Já não sou nenhuma miúda e a publicidade passa-me ao lado. Por isso as minhas escolhas são ...

Maio 23, 2019

Comenta este post

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

As seguintes regras de RGPD (Regulamento Geral Proteção de Dados) terão de ser lidas e aceites:
Este formulário armazena o teu nome, e-mail e conteúdo para que possamos acompanhar os comentários colocados no site. Para mais informações, consulta a nossa política de proteção de dados, onde obterás mais informações sobre onde, como e por que armazenamos os teus dados.

recebe as novidades beautyst

A
Aceito as condições gerais. Consulta a nossa política de proteção de dados.

My beauty Wishlist