Densidade capilar e Crescina: 10 dicas de utilização

densidade capilar Crescina

# Artigo escrito em parceria com a marca Crescina. Disclaimer: embora este artigo seja uma parceria, ele contém apenas as minhas opiniões sinceras sobre este tema. Todas as parcerias são pensadas por forma a serem informativas e úteis, e acima de tudo, com marcas e produtos com os quais eu me identifico. Quando comecei a fazer o tratamento Crescina no início deste ano estava longe de saber que iria gostar tanto desta solução para estimular o crescimento de novos fios de cabelo. Tive uma excelente experiência, com muito cabelo novo a nascer com esta solução para densidade capilar 1.300 mulher, e depois das férias do verão iniciei este novo tratamento, desta vez com a componente densidade capilar + queda (uma vez que no fim do verão começo com a queda sazonal) 1.300 mulher. Por isso hoje decidi trazer estas 10 dicas de utilização tendo por base todas as dúvidas que me colocam.

1. Crescina está indicada em que situações?

Crescina age sobre os bulbos capilares que ainda estão ativos ou parcialmente inativos, mas não completamente atrofiados (ou seja, que não podem “fabricar” mais fios de cabelo). Crescina não irá resultar nas situações em que os bulbos estão atrofiados. Determinadas doenças de cabelo podem implicar que os bulbos não têm mais a capacidade de “fabricar” novos fios de cabelo, como em alguns estadios da alopécia fibrosante frontal, por exemplo. Crescina irá resultar em situações como por exemplo na alopécia androgenética e na perda de densidade capilar, onde ainda existam bulbos ativos ou parcialmente inativos (isto é possível ser aferido em consulta de cabelo – dermatologia). No caso da alopécia androgenética não se destina a substituir o tratamento medicamentoso oral. A marca não se posiciona como uma alternativa ao tratamento medicamentoso oral da alopécia androgenética. Quem sofre com perda de densidade e perda de cabelo pode e deve consultar o dermatologista, não só para avaliar os motivos dessa perda de densidade (podem ser inúmeros!) como para instituição de terapêutica.

crescina

2. Como escolher a apresentação Crescina adequada a cada caso?

Há 12 apresentações. É muito fácil, uma vez que são 6 apresentações para mulher e 6 apresentações para homem. Dentro das apresentações para cada sexo, há 3 para a densidade capilar e 3 para a densidade capilar + queda de cabelo (para graus diferentes de perda de densidade capilar). Mostrei como escolher neste artigo, através de 4 simples tabelas.

crescina

3. Crescina aplica-se durante quanto tempo?

Crescina é um tratamento que deverá ser feito por um período não inferior a 2 meses e até 4 meses ou de forma continuada se se preferir. Os estudos de eficácia da marca, de que já falei aqui, têm por base 2 a 4 meses de evidência científica. Por exemplo, eu fiz um tratamento de 4 meses no início do ano e estou a fazer neste momento outro tratamento de 4 meses.

4. Crescina utiliza-se de que forma?

É bastante simples e basta seguir as indicações que vêm no folheto informativo dentro das embalagens. Crescina para densidade capilar usa-se 5 dias consecutivos por semana (em cada dia 1 ampola) com pausa de 2 dias e assim sucessivamente (eu aplico de 2ª e 6ª e não aplico ao sábado e domingo). As ampolas nestas apresentações são todas iguais, com líquido amarelo âmbar. Crescina para densidade capilar + queda também se aplica 5 dias consecutivos por semana com pausa de 2 dias, mas neste caso há 2 tipos de ampolas: líquido amarelo âmbar e líquido transparente – basta seguir o esquema referido na embalagem que é bastante explícito. Para quem já faz tratamento tópico para a alopécia androgenética pode aplicar o tratamento que faz habitualmente e por exemplo passada 1 hora aplicar Crescina (é assim que eu faço).

densidade capilar Crescina

5. Crescina utiliza-se em cabelo seco?

Sim, a marca recomenda usar em cabelo seco. Também pode ser  aplicada em cabelo molhado no entanto o couro cabeludo deve estar seco.

6. Crescina deixa o cabelo oleoso?

Não. A cosmeticidade é incrível, as raízes não ficam oleosas.

7. Crescina deve ser aplicada com algum cuidado especial?

Sim, com a cabeça inclinada para trás de forma a que o produto não escorra para a face. Depois de aplicar deve ser feita uma massagem no couro cabeludo com as polpas dos dedos. Quando lavamos o cabelo também devemos inclinar a cabeça para trás para evitar que o produto remanescente no couro cabeludo cause vermelhidão no rosto ao escorrer.

Costumo receber perguntas sobre a quantidade de produto em cada ampola. 1 utilização é 1 ampola inteira. Faço várias riscas no couro cabeludo nas zonas de menor densidade capilar e insisto aí.

densidade capilar

8. Quando é expectável ver resultados com Crescina?

Os resultados irão naturalmente variar de pessoa para pessoa. Eu senti resultados na densidade capilar depois de 3 meses de tratamento. Falei sobre a minha experiência aqui.

9. Crescina pode ser usada por grávidas ou mulheres a amamentar?

As grávidas não devem usar Crescina. Não existe nenhuma contraindicação quanto ao uso de Crescina durante a amamentação (* informação veiculada pela marca).

10. Crescina pode ser comprada onde? Qual o preço?

Em farmácias e online, por exemplo na Sweetcare, aqui. O preço varia mediante a apresentação escolhida. Neste link é possível consultar os preços mediante a apresentação.

crescina

 

Crescina funciona mesmo!

Não aconselho que se faça um tratamento com duração inferior a 2 meses ou que não se sigam as recomendações da marca. É muito importante saber também que há inúmeros fatores que podem influenciar a queda de cabelo e a perda de densidade capilar, pelo que uma consulta de dermatologia especializada em cabelo será sem dúvida uma mais valia para quem tem este tipo de queixas.

Estou muito contente com a minha experiência com Crescina. De facto recebia já excelente feedback de algumas seguidoras minhas sobre a marca e consegui comprovar a sua eficácia!

 

Fotografia: Márcia Soares

Posts relacionados

Protetor térmico: Sérum d’Exception, a novidade da Lazartigue!

Sou incapaz de secar o meu cabelo sem um protetor térmico. Antes de mais é muito importante referir que os fios de cabelo são compostos por 3 camadas, do exterior para o interior: a cutícula, o córtex e a medula....

Novembro 24, 2022

Cosmética capilar, pela Dra. Filipa Osório, dermatologista

Recentemente, no 8º Curso de Cirurgia e Cosmética Dermatológica (Coimbra, 2022) a dermatologista Dra. Filipa Osório abordou uma temática que certamente terá interesse para quem segue este projeto: Cosmética capil...

Novembro 22, 2022

Lavar o cabelo: 10 perguntas e as respostas do dermatologista

Recebo com muita frequência perguntas sobre como lavar o cabelo. A lavagem do cabelo deve acima de tudo garantir a higiene do couro cabeludo. Sobre este tema já mostrei aqui no site como fazer uma lavagem correta...

Novembro 2, 2022

Comenta este post

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

As seguintes regras de RGPD (Regulamento Geral Proteção de Dados) terão de ser lidas e aceites:
Este formulário armazena o teu nome, e-mail e conteúdo para que possamos acompanhar os comentários colocados no site. Para mais informações, consulta a nossa política de proteção de dados, onde obterás mais informações sobre onde, como e por que armazenamos os teus dados.

recebe as novidades beautyst

    A
    Aceito as condições gerais. Consulta a nossa política de proteção de dados. Este website está protegido pelo reCAPTCHA e a Política de Privacidade e Condições do Serviço do Google são aplicáveis.

    My beauty Wishlist

    Copyright Beautyst . 2022